Google+ Followers

Seguidores

segunda-feira, 10 de agosto de 2009

Sonhos de gente madura



Maduro não é quem viveu o suficiente; é quem tem vivências, que podem não estar necessariamente ligadas à idade.
Tudo na vida é encanto quando entramos na adolescência. Todos os sonhos são possíveis, tudo é festa e o paraíso parece estar ao alcance das nossas mãos. Achamos que o primeiro amor vai durar para sempre, que vamos evoluir no trabalho, que as pessoas com as quais convivemos serão sempre sinceras e gentis.

Um dia, nos vemos diante dos primeiros obstáculos: perdemos nosso amor, anoitece no paraíso, descobrimos que precisamos competir e trabalhar duro para chegar a algum lugar e que nem todas as pessoas deseja nosso bem. Nossos sonhos se quebram e adquirimos experiências, nos tornamos adultos, amadurecemos. E dói. Dói em nós, no nosso ser, dói a vida.
Algumas pessoas desistem, se cansam com os desenganos e se deixam levar. Nunca crescem, nunca constroem nada. Desacreditam nos sonhos e no poder mágico deles. Envelhecem prematuramente, tornam-se ranzinzas e mal-humoradas. O mundo está cheio de pessoas assim.
Portanto, há pessoas maduras que ainda sonham. Só que é um sonho diferente. Os jovens sonham em construir, começar, conquistar. Elas sonham em reconstruir, recomeçar, reconquistar.
Pessoas maduras sonham depois de terem vivido, depois de terem quebrado a cara, de terem tido decepções, caído em armadilhas e depois de terem enfrentado a dura realidade de que nem todos os sonhos se realizam. Mas elas sabem que ainda assim vale a pena sonhar. E elas sonham... conscientemente!
Amam de novo, de novo e de novo!...
Caem e se levantam e recomeçam cada vez que caem. Elas acreditam sempre que na próxima vez vai ser diferente.
Prendem os sonhos nas mãos e não largam! Geralmente essas pessoas vivem mais tempo e o tempo que vivem é bem melhor aproveitado. São idealistas e benditas!
As pessoas maduras que ainda sonham são o sonho da vida, são a projeção dos melhores desejos de Deus aqui na terra.
Letícia Thompson

7 comentários:

  1. Rê,
    Muito bonito e verdadeiro.
    Se perdermos a capacidade de sonhar, de amar, não teremos sonhos a realizar, nem amores a descobrir e a vida ficará muito triste, sem esperança.
    Abçs.

    ResponderExcluir
  2. Saudações!
    AMIGA REGINA,
    Uma linda mensagem muito verdadeira.
    Não podemos deixar de sonhar...Os sonhos são os combustíveis da esperança befeitora e da razão maior de viver!
    Parabéns pelo excelente Post!
    ABRAÇOS!LISON.

    ResponderExcluir
  3. Sonhar é nunca deixar de acreditar que algo é possível. Enquanto há vida, devem existir sonhos. A maturidade só faz com que os sonhos sejam mais próximos do alcance e traz a sabedoria de que quem sonha tem que construir seu sonho, dia a dia para que um dia ele se relize.
    Lindo post.
    Um beijo.

    ResponderExcluir
  4. o sonho independe da maturidade...o sonho acompanha uma vida saudável

    ResponderExcluir
  5. É um belo texto, Regina. Acho que maturidade de fato estar mais relacionado com as experiências que temos do que com a idade.

    No livro "Nunca desista dos seus sonhos" de Augusto Cury. Aprendi que "a persistência é maior que a própria intelectualidade".

    A maturidade nos ajuda a vivermos bem melhor. Abraços! Sheila.

    ResponderExcluir
  6. Olá!!!!
    Seu post me levou diretamente a um texto que escrevi a pouco tempo sobre eu e minha esposa..quando puder dê um pulo lá!!!!

    ResponderExcluir
  7. Olá!

    As pessoas nascem, crescem e amadurecem com a experiência e toda a sabedoria. A pessoa na vida madura, embora exista limitações, tem toda capacidade para desempenhar as suas funções em muitas atividades. Por isso, deveriam ser muito mais respeitadas do que de fato são.

    Abraços

    Francisco Castro

    ResponderExcluir

Leitores do Blog