Google+ Followers

Seguidores

quarta-feira, 11 de abril de 2012

Escrevo MAL

Por: Elvio Antunes de Arruda

Quando alguém escreve mal, palavras mal colocadas, frases desencontradas, será que esta pessoa pode ser tachada de: Como você escreve mal ? Anulada como pensador !


Será aquele que escreve mal, também será um mal pensador ? Quando não conseguimos ler alguma fórmula, será aquele que a escreveu é mal pensador ? Se não lê em espanhol, alemão, é mal leitor? Porque não fora programado.

35T3 P3QU3N0 T3XTO 53RV3 4P3N45 P4R4 M05TR4R COMO NO554 C4B3Ç4 CONS3GU3 F4Z3R CO1545 1MPR3551ON4ANT35! R3P4R3 N155O! NO COM3ÇO 35T4V4 M310 COMPL1C4DO, M45 N3ST4 L1NH4 SU4 M3NT3 V41 D3C1FR4NDO O CÓD1GO QU453 4UTOM4T1C4M3NT3, S3M PR3C1S4R P3N54R MU1TO, C3RTO? POD3 F1C4R B3M ORGULHO5O D155O! SU4 C4P4C1D4D3 M3R3C3! P4R4BÉN5.

Bem será que aquele que escreve gramaticalmente de forma exuberante, estará nos trazendo ideias úteis que
venham a acrescentar ? Ou podemos ver "luxos gramaticais em lixos de idéias". Porque não ao inverso, é lógico não quero defender a falta de conhecimento gramatical. Apenas pensar !

E quando encontramos aquela fórmula matemática, que não entendemos nada ? E aí, o matemático expressa-se como julga melhor, mais lógico...poderia dizer-se como escreve mal...eu não entendi nada.

É lógico que no idioma português existem normas gramaticais que precisam ser cumpridas para que determinada escrita esteja dentro do contexto idiomático.

Será que aquele que pensa bem, mas não consegue escrever bem, não há validade para seus escritos ? Ou apenas isso é uma concepção de "status do leitor" - eu só leio se for bem escrito. Ou, não tem como pensar bem e escrever mal. Quem pensa bem, tem obrigatoriedade em ser ótimo aluno na escrita do idioma português.

Será que dentro desta escrita, não poderá estar apontado uma nova ideia, uma palavra diferente que ajude ao modo de pensar, ou mesmo o " LEITOR" a pensar: - Quem lê o comum não é bom leitor, bom leitor é aquele que consegue decifrar e buscar a ideia dentro um um texto.

"Não precisa ser como o português que lia o jornal de cabeça para baixo"

Sair da programação mental ! Somos programados a ler," assim" e se sair deste assim, minha mente não funciona, tal qual como um computador programado para ler determinados dados, e o que saia disto, não há como, visto que não funciona, pois não fora programado.

Julgo que muita gente busca aprender o Inglês, pois é melhor errar em Inglês, ante acertar em Português, "pelo menos estarei errando ao expressar-me em um idioma mundialmente falado, ante errar ou acertar no idioma português/brasileiro, que só se fala no Brasil"

Não estou defendendo aqui, um ponto de vista, apenas caminhando na reflexão...Vista além dos pontos !

...e se alguém que escreve bem, busca escrever mal, para encontrar a quem busca ler melhor! Um decifrador de códigos aportuguesados.

Apenas. Há penas, algumas escrevem, outras são partes de asas, algumas grudam ao papel outras atingem os horizontes, depende de quem a usa, ou...

6 comentários:

  1. Ei Rê,

    Adorei o texto,

    Principalmente quando o autor diz: "Quem lê o comum não é bom leitor, bom leitor é aquele que consegue decifrar e buscar a ideia dentro um um texto". Acredito na idéia que uma forma correta de escrever é algo que devemos buscar, mas não quer dizer que quem não escreve gramaticalmente bem não tem inspirações, idéias e grandes textos para nos presentear.A nossa mente é capaz de buscar grandes fontes...

    Beijos

    ResponderExcluir
  2. Curti muito esse texto, pois acredito que ainda que a escrita não seja perfeita gramaticalmente, isso não anula a capacidade da mente humana de compreender e absorver ideias, independente de erros gramaticais, acredito que temos que respeitar as dificuldades alheias, pois quem errar, não erra por que quer.

    ResponderExcluir
  3. Amiga Re gostei do seu texto que nos instiga a uma profunda reflexão pontual entre o pensar e o escrever pura e simplesmente algo e aquele apressadinho preguiçoso que quer produzir, produzir e deixar para os outros se lixarem já que são metidos a inteligentes então que se virem nos trinta, ao invés de produzir algo com um bom navegador que já tenha corretor ortográfico automático em vez de usar o Internet Explorer que é sabido que não tem ai tem que procurar no corretor, ou então levar para o Word e produzir lá a correção e trazer para web na página para editar ou então ter um Bom dicionário físico se não quer pesquisar no virtual pensando que vai demorar mais, mas isso tudo dá trabalho, além de ler o texto mais de uma vez antes de editar para evitar de ter que reeditar de novo e assim por diante, ou será que quem faz a moda "miguelão" pensando que vai dar "migué" mesmo e o leitor que se vire ou pensa que ninguém vai ler mesmo vai dar só um clique para ganhar o ponto do "voto no post" passando batido e assim por diante, mas quando achar que goste de leitura e além do mais ler o post e ler se já houve algum comentário e não lê o comentário apenas par não ser influenciado e emitir um parecer isento e sem plágio, ou esquece tudo isso que escrevi e quem escreve errado mesmo é por que “quer” e se lhe disserem algo já sabe dizer bem direitinho como vai se sair melhor e prefere partir par o ataque ao querer reconhecer que seria melhor não fazer assim.
    E veja bem eu já ouvi pessoas em movimentos sociais bem de vida e com um bom nível de instrução com um bom padrão de vida, para tentarem parecer que são do povo para ganharem simpatia ou mesmo votos ou aparentarem serem coitadinhos para conseguirem se beneficiar e tirarem vantagens para si mais que já tem!
    E comigo que me passo as vezes e quando resolvo ler de novo ficou algo para trás ou eu fiz algum trocadilho e vou fazer a correção e expirou o prazo para correção, ai não tem o que fazer fica difícil aqui deveria aumentar o prazo para correção, pois passa muito rápido isto.
    Mas tem dois que é muito difícil de haver mudanças ou melhorias que até poderia me arriscar citar aqui, mas se estiver errado, por favor, me ajudem que volto aqui reformulo todinho e digo que são o com falta de Instrução que pode querer se instruir e mudar e os Preguiçosos esses sim são o mais dificílimo para mudanças ai fica brabo realmente; terei que complementar dizendo aqui que tudo depende ou mesmo como disse certo escritor bem assim: "Ser ou não ser eis a questão" não é mesmo?
    E outros podem ser que o fazem de qualquer jeito tentando fazer logo como que se livrar do texto ou do comentário e deixam tudo errado e pensam assim: “Azar do Valdemar” quem mandou ele não estudar agora vai ter que ler o que escrevi , ou então procure outro lugar para ir , mas não me venha me chatear por aqui, pois eu sou assim e não vai me mudar o meu quere ser assim! E tenho “ditto”!

    ResponderExcluir
  4. Oi Rê,este texto diz tudo.

    Ler um texto bem escrito é confortante, mas ler um texto bem pensado é magnifico.

    Beijos

    ResponderExcluir
  5. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  6. "Luxos gramaticais em lixos de idéias" esta frase sintetiza bem o texto. A arte de escrever esta na comunicação dos sentimentos. Em conseguir tocar de leve a alma, em acalentar com palavras um coração ferido, em passar energia para voltar ao prumo, um passo errante. De que valem as belas palavras se não dizem nada?

    Feito a musica que toca ao fundo de um belo blog. Precisa de efeitos "estratosféricos", "escalafobéticos" pra que nossa pele respire os acordes musicais?

    ResponderExcluir

Leitores do Blog